100 Mil Árvores

100 Mil Árvores / 100 Thousand Trees

Futuro…é isso que promove o projeto da atividade que se realizou no passado domingo, dia 28 de Junho, e da qual a scale2go fez parte. Foi logo pela manhã que decorreu uma ação de controlo de acácias, em Sobrado, Valongo. As acácias são uma espécie denominada invasora devido aos “inconvenientes” que criam nas zonas onde estão plantadas. O controlo faz-se por uma ação muito simples: o descasque do tronco para assim possibilitar a plantação de outras espécies na zona na próxima época.

Esta iniciativa faz parte da ação “FUTURO – Projeto das 100.000 Árvores na Área Metropolitana do Porto”, promovida pela CRE.Porto e que foi reconhecido com o prémio “Projeto de Excelência” pela Universidade das Nações Unidas.

O projeto nasceu em 2011, e estende-se até 2017, e tem como principal objetivo a melhoria e expansão das florestas urbanas nativas nos 17 municípios da área metropolitana do Porto. O objetivo é mesmo plantar as 100.000 árvores e neste momento pode-se dizer que estão no bom caminho. Mas aqui o importante não é só plantar as árvores, isso é feito um pouco por todo o país fora. Neste projeto interessa acompanhar todo o processo de plantação, que é tão importante como o número de árvores plantadas. Este projeto não procura uma ação de sensibilização pontual. Sim, é giro passar uma manhã a plantar árvores, a limpar uma floresta ou a descascar acácias, mas e o dia seguinte, e o mês seguinte? O que acontece? Este projeto preocupa-se com essas questões, preocupa-se em acompanhar o dia seguinte…o crescimento da árvore…o continuar da ação.

E não é só o acompanhamento que interessa, mas também a promoção do património floral com origem em Portugal. As árvores autóctones são as únicas que são plantadas. Se a árvore não tem cunho português, não é incluída no projeto. É que o projeto passa também por recuperar paisagens históricas, melhorar a atual paisagem natural e otimizar os serviços de ecossistema que estás árvores podem oferecer, como por exemplo, a criação de descontinuidades no território e que funcionam como áreas de “corte” para incêndios, uma vez que faz com que a propagação do fogo seja atrasada. É ambicioso, mas vai trazer tantos benefícios que é um prazer acompanhar o projeto e passar uma manhã a descascar os troncos das acácias.

As iniciativas do projeto “FUTURO” decorrem ao longo de todo o ano e são em grande número. A época de plantação já terminou. O que se segue é ações de monitorização e manutenção. Para os que querem saber mais, fiquem atentos à scale2go. Este é um projeto de diversas entidades da área do Porto, mas que é feito por voluntários, pessoas comuns que não só estão a praticar uma ação pelo bem da sociedade, como do ambiente e este precisa e muito!


Deixar uma resposta

@scale2go 2016